terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Um espaço para debater política, educação, juventude, segurança-pública...

Minha primeira memória política remonta aos meus 6 anos. Meus pais levaram eu e minhas irmãs à Praça da Sé em um dos famosos comícios do movimento pelas “Diretas Já”. Lembro bem da atmosfera densa do evento, do receio da repressão policial, da alegria do povo, dos gritos intensos e das palavras de ordem. Lembro do Osmar Santos, do Sócrates, do Ulysses Guimarães, do Mário Covas... Recordo que fiquei sobre os ombros do meu pai e de ter revezado o posto com minhas irmãs, naquele que foi um dia especial...


Minha segunda memória remonta às eleições municipais de 1985. Basicamente, era Fernando Henrique - na época no PMDB - contra Jânio, naquele contexto transformação contra conservadorismo. Sabia todos os jingles, principais propostas, siglas dos partidos, nomes dos candidatos. Fiz campanha para o FH, candidato da minha família próxima (pai, mãe, avós), mas ele perdeu. Fiquei triste... mas tomei gosto pela coisa aos 7 anos.


Descobri a política cedo, praticamente ao mesmo tempo em que me apaixonei pelo futebol. Tentei, sem sucesso, jogar bola. Diferente do que ocorreu com as ações coletivas. Futebol: prazer e hobby. Política: trabalho e devoção. Hoje (fevereiro de 2009) sou coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação e diretor da Campanha Global pela Educação. Em 2005 tornei-me Mestre em Ciência Política pela Universidade de São Paulo.


É trabalhando e estudando que vou alimentando cotidianamente minha antiga paixão pela coisa pública. E este Blog é, exatamente, um novo espaço e uma nova forma de me dedicar a ela. Pretendo debater teoria política, temas da ordem do dia, além de políticas publicas de educação, juventude, segurança pública e meio ambiente. Os quatro últimos são temas aos quais me dedico desde 1996.


Espero que este seja um espaço profícuo e aberto ao debate. Sejam bem-vindos, sejam bem-vindas...

2 comentários:

  1. Que legal essa iniciativa de fazer um Blog sobre seus assuntos sérios. Espero que seja bem reflexivo este espaço. Boa sorte. Beijos, Tati.

    ResponderExcluir
  2. Pedro Henrique Dantas11 de abril de 2009 18:49

    Daniel, tente escrever com mais ritmo, mais rapidez. Só tem um post até agora!

    ResponderExcluir